FÉLIX CHAVES
TUDO VALE A PENA, SE A ALMA NÃO É PEQUENA
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

VIDA SEM VIDA OU A COVARDIA DA MORTE.
   Te chamo de covarde. Descobristes que não tenho medo de Ti, vives a me mandar pedaços mortais que só servem para maltratar o corpo.
   Por quê  não me enfrentar? A coragem que possuo diante de Ti é  aquela de não temer ser arrebatado pelo seu manto negro, escuro como a noite sem lua sem estrelas, muito parecido com o caminho que ultimamente tenho seguido.
   Não  tenho medo de ti.
   Sou diferente de outros humanos que tremem, só em ouvir teu nome. Procuram em seu temor afastar-se de ti.   Eu   na    minha    coragem
entrego meus pontos sem lutar.
   Deixas de covardia. Saia vencedora sem luta.
    Ja passa da hora.
    Ou será que estou no chamado tipo de morte em vida; tão falado pelos poetas?
Felix Chaves
Enviado por Felix Chaves em 18/03/2018
Alterado em 15/09/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras