FÉLIX CHAVES
TUDO VALE A PENA, SE A ALMA NÃO É PEQUENA
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

ANO NOVO DE NOVO.
   Observando o contentamento dos mais jovens nas festas de final de ano, me deparo em uma análise singular: não vejo alegria em ficar mais velho, em sentir que chega mais um ano, que de tantos já vividos, é mais um que vêm trazendo consigo as repetições daquele findo, só que muitos ao olhar de um ângulo diferente  acreditam na ilusão óptica do novo.
   Essa passagem de um ano a outro, não sei se classifico como um ano a menos na minha contagem final ou um ano a mais a ser acrescentado soma da minha velhice. Então é  melhor ficar indiferente ao fato e ver como uma ocorrência rotineira.
   Quando a faixa de idade já passou dos cinquenta, sessenta e outros entas,  não se pode mais fazer previsões a longo prazo, mas deve priorizar o agora, deve deixar que a vida te leve livre, sem amarras e preocupação com futuro, porque ele nessa idade , se mistura com o presente.
   Então fique dentro dessa realidade,siga livre, mesmo que sua sacola de medicamentos aumente em cada ano que começa.
Felix Chaves
Enviado por Felix Chaves em 04/01/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras